A Lei da Semeadura e da Colheita é verdadeira e foi criada por Deus para que façamos as melhores escolhas. Mas ela serve no casamento? Sim! O que você plantou, você vai colher, então procure sempre plantar coisas boas!

—–
Imagine que um adolescente está jogando bola perto de sua casa. Ele está feliz, se divertindo, até que acerta a bola na sua janela e a quebra inteira. Com medo, ele te diz: “Me desculpe. Eu não tive a intenção de fazer isso!” Então você responde: “Tudo bem, mas como você quebrou minha janela, agora terá que pagar pelo conserto”. E quando o menino paga pelo que fez, ele aprende uma lição que pode livrá-lo de cometer o mesmo erro novamente.

Foi por isso que Deus, que é um Pai amoroso, criou a lei da semeadura – para que possamos pensar muito bem antes de cometer um erro maior. Veja o que a Bíblia diz:

“Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá. Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna” (Gálatas 6:7,8).

Saiba que as suas decisões na vida a dois determinam o tipo de colheita que você terá no seu relacionamento. No livro de Gênesis, vemos que Adão e Eva podiam escolher se queriam obedecer a Deus ou não, mas eles não poderiam escapar das consequências de sua escolha. Pois o que o homem semear, isso também colherá. E a você também foi dado o poder de escolher entre o certo e o errado; então guarde a Palavra de Deus no seu coração para tomar as decisões corretas.

Além disso, as suas escolhas também têm impacto na vida de outras pessoas. Talvez você não tenha a intenção de machucar ninguém, mas se você disser palavras pesadas e negativas ou agir por impulso, poderá causar feridas nos outros que demorarão a ser curadas. A Bíblia conta que, depois que o povo de Israel conquistou Jericó, um homem chamado Acã desobedeceu uma ordem de Deus, e por causa disso o exército de Israel foi derrotado em uma importante batalha. Mais tarde, Josué perguntou a ele: “Por que você nos causou esta desgraça?”. Então, antes de agir, você deve analisar se alguém poderá se machucar por causa de suas decisões. Será que os seus filhos, seu cônjuge, amigos ou igreja, serão abençoados ou prejudicados por sua escolha?

Cuidado ! Existe uma falsa ideia de que, quando pedimos perdão e nos arrependemos dos nossos erros, as consequências do pecado são automaticamente canceladas. Mas isso não acontece. É claro que Deus perdoa qualquer tipo de pecado e não seremos cobrados por eles no Dia do Julgamento, pois o sangue de Jesus apaga a nossa culpa; porém, mas é importante sabermos que a lei da semeadura ainda continua em vigor e dependendo da gravidade do erro, as conseqüências podem ser muito ruins. Então, se você quer evitar sofrimento, busque obedecer a Palavra de Deus para que você plante somente sementes boas.

Seu casamento é uma terra que dará os frutos da semente que você está plantando.